Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - A China pediu, neste sábado, que se interrompa a operação do sistema de defesa antimísseis Thaad instalado pelos EUA na Coreia do Sul e que alguns de seus equipamentos essenciais sejam desmontados, disse o embaixador da China na ONU, Liu Jiejy, no Conselho de Segurança da ONU.

“A operação do sistema Thaad não vai trazer uma solução para o problema dos lançamentos de mísseis e testes nucleares (da Coreia do Norte)”, disse Liu no Conselho, após ser anunciada a imposição de sanções contra a Coreia do Norte, devido a dois lançamentos de mísseis de longo alcance pelo país asiático.

Ele também pediu à Coreia do Norte que “deixe de fazer ações que podem escalar ainda mais as tensões”.

(Reportagem de Michelle Nichols)

Reuters