Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - A China pediu, neste sábado, que se interrompa a operação do sistema de defesa antimísseis Thaad instalado pelos EUA na Coreia do Sul e que alguns de seus equipamentos essenciais sejam desmontados, disse o embaixador da China na ONU, Liu Jiejy, no Conselho de Segurança da ONU.

“A operação do sistema Thaad não vai trazer uma solução para o problema dos lançamentos de mísseis e testes nucleares (da Coreia do Norte)”, disse Liu no Conselho, após ser anunciada a imposição de sanções contra a Coreia do Norte, devido a dois lançamentos de mísseis de longo alcance pelo país asiático.

Ele também pediu à Coreia do Norte que “deixe de fazer ações que podem escalar ainda mais as tensões”.

(Reportagem de Michelle Nichols)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters