Por Serajul Quadir

DACA (Reuters) - Pelo menos 13 pessoas morreram em Bangladesh e na Índia depois que o ciclone Bulbul atingiu áreas costeiras neste fim de semana, embora a retirada de pessoas tenha salvado muitas vidas e o pior já tenha passado, disseram autoridades neste domingo.

Cinco das seis vítimas em Bangladesh foram mortas pela queda de árvores, incluindo uma mulher de 52 anos que passou a noite em um abrigo. Ela voltou para casa neste domingo e morreu quando uma árvore caiu em sua casa.

Outra vítima, um pescador de 60 anos, recusou-se a se retirar.

Cerca de 30 pessoas ficaram feridas e por volta de 6.000 casas foram parcial ou totalmente danificadas, disseram autoridades de Bangladesh.

Dois barcos de pesca ainda não tinham voltado e parentes não conseguiram entrar em contato com os cerca de 36 homens a bordo, acrescentou Anwar Uddin, representante público local no distrito de Bhola, no sul.

Nenhum grande dano foi imediatamente relatado em campos no sudeste de Bangladesh, onde vivem centenas de milhares de refugiados da vizinha Mianmar.

No estado indiano de Bengala Ocidental, sete pessoas foram mortas, disse a jornalistas o ministro de Estado da Gestão de Desastres, Javed Khan, neste domingo.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.