Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LONDRES (Reuters) - Ovelhas foram treinadas por cientistas da Universidade de Cambridge para reconhecer os rostos de celebridades, como o ex-presidente norte-americano Barack Obama, na esperança de que isso ajude a entender doenças neurodegenerativas.

Em um cercado equipado especialmente, ovelhas viram imagens de pessoas em duas telas de computador, sendo uma de uma pessoa desconhecida e outra de uma de quatro personalidades.

O animal recebia uma recompensa de comida por escolher a foto da celebridade rompendo um raio de infravermelho perto da tela que a exibia. Se escolhesse a foto errada, um alarme soava e ela não recebia nenhuma recompensa.

As ovelhas acabaram sendo capazes de identificar o rosto familiar oito vezes de cada 10.

O grupo de celebridades que as ovelhas foram treinadas para reconhecer incluiu os atores Emma Watson e Jake Gyllenhaal, a jornalista da BBC Fiona Bruce e Obama.

"Mostramos que as ovelhas têm capacidades avançadas de reconhecimento de rostos, comparáveis às de humanos e macacos", disse a professora Jenny Morton, que comandou o estudo, em um comunicado.

Além de verem imagens de personalidades de frente, os cientistas também testaram a capacidade dos animais de reconhecerem os rostos em fotos tiradas de outros ângulos.

A taxa de sucesso caiu para cerca de 15 por cento neste caso, um valor que os pesquisadores disseram ser comparável ao de humanos diante da mesma tarefa.

Os cientistas almejam usar as ovelhas como modelos para entender problemas cerebrais, como a Doença de Huntington, que se desenvolvem durante um longo tempo e afetam as habilidades cognitivas.

(Por Mark Hanrahan)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters