Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

GENEBRA (Reuters) - Um comboio da Organização das Nações Unidas (ONU) e do Crescente Vermelho Árabe-Sírio entrou em localidades no sitiado subúrbio de Damasco em Ghouta, nesta segunda-feira, levando ajuda para 40 mil pessoas pela primeira vez desde junho de 2016, informou a ONU.

Um cerco das forças do governo deixou as pessoas à beira da fome nos subúrbios orientais, disseram moradores e trabalhadores humanitários na semana passada, causando desespero ao único grande enclave rebelde perto da capital síria.

O Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (Ocha) disse no Twitter ter entrado nas localidades de Kafra Batna e Saqba.

O Crescente Vermelho Árabe-Sírio afirmou em um tuíte separado que o comboio interagencial tinha 49 caminhões.

Eles levaram alimentos, nutrição e itens de saúde para 40 mil pessoas necessitadas, disse o porta-voz do Ocha, Jens Laerke. "A última vez que chegamos a esses dois locais foi em junho de 2016", declarou ele.

Um assistente de saúde em Saqba que estava presente quando o comboio começou a descarregar disse que nove caminhões de alimentos, incluindo leite e pasta de amendoim, e quatro caminhões de medicamentos chegaram até agora.

"Mais ajuda para complementar a entrega de hoje está planejada para os próximos dias", acrescentou Laerke.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters