Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - Companhias aéreas norte-americanas concordaram voluntariamente em evitar o espaço aéreo perto da fronteira entre a Rússia e a Ucrânia, afirmou a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) nesta quinta-feira.

A agência disse que consultou as companhias aéreas norte-americanas após a queda do avião da Malaysia Airlines que operava o voo de Amsterdã para Kuala Lumpur.

A FAA disse estar monitorando a situação para determinar se é necessária orientação adicional às companhias aéreas.

(Reportagem de Mark Hosenball)

Reuters