Navigation

Companhias aéreas dos EUA concordam em evitar sobrevoar fronteira Rússia-Ucrânia

Este conteúdo foi publicado em 17. julho 2014 - 21:08

WASHINGTON (Reuters) - Companhias aéreas norte-americanas concordaram voluntariamente em evitar o espaço aéreo perto da fronteira entre a Rússia e a Ucrânia, afirmou a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês) nesta quinta-feira.

A agência disse que consultou as companhias aéreas norte-americanas após a queda do avião da Malaysia Airlines que operava o voo de Amsterdã para Kuala Lumpur.

A FAA disse estar monitorando a situação para determinar se é necessária orientação adicional às companhias aéreas.

(Reportagem de Mark Hosenball)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.