Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MOSCOU (Reuters) - Companhias aéreas estrangeiras terão permissão para realizar um número limitado de voos fretados entre cidades russas durante a Copa do Mundo, em junho e julho, disse nesta quinta-feira o ministro dos Transportes da Rússia, Maxim Sokolov.

Atualmente, somente grandes companhias aéreas estrangeiras têm permissão para voar dentro da Rússia e de/para o país, em rotas definidas pelo ministério. Sokolov disse que companhias aéreas estrangeiras irão realizar voos dentro da Rússia para “aliviar o pico do tráfego” somente quando companhias domésticas não puderem levar passageiros com um preço comparável, no mesmo horário e sob os mesmos termos, para os mesmos destinos. Segundo ele, entre 3 milhões e 5 milhões de torcedores irão viajar durante a Copa do Mundo, que será realizada em 11 cidades, de Kaliningrado, no oeste do país, a Ecaterimburgo, a 2.500 quilômetros de distância no leste, e Sochi, no Mar Negro. Ferrovias russas planejam transportar cerca de 500 mil torcedores de graça em 400 trens durante o torneio. A Aeroflot será a principal companhia aérea e será responsável por cerca de 40 por cento de todos os torcedores viajantes esperados para assistir às 64 partidas que serão disputadas no torneio, que acontece de 14 de junho a 15 de julho.

(Reportagem de Gleb Stolyarov)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters