Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Um confronto armado entre policiais e supostos criminosos em Mazatlán, no nordeste do México, deixou ao menos 19 civis mortos e cinco oficiais feridos, informou neste sábado a autoridade regional de segurança.

O confronto ocorreu na noite de sexta-feira no sul do Estado de Sinaloa, um dos mais violentos do país e sede de um dos carteis de drogas mais poderosos do México, que nos últimos meses sofreu golpes após a detenção e extradição de seu líder Joaquín "El Chapo" Guzmán.

Segundo relatos iniciais, o confronto teve início quando um grupo de pessoas armadas que circulava em quatro caminhonetes se encontrou com policiais e começou a disparar, segundo comunicado da Segurança Pública de Sinaloa.

Os oficiais responderam à agressão, solicitaram apoio de forças estatais e federais e deram início a uma perseguição. Uma das caminhonetes com sujeitos armados foi alcançada próxima à comunidade La Amapa e uma nova troca de tiros teve início, segundo a autoridade policial.

A procuradoria-geral de Sinaloa informou que 17 pessoas foram mortas em troca de tiros com a polícia, enquanto outras duas pessoas morreram em uma troca de tiros próxima que parece estar relacionada, embora a polícia municipal não tenha interferido.

(Por Sharay Angulo, com reportagem adicional de Noel Randewich)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters