Reuters internacional

ABIDJAN (Reuters) - Confrontos nesta semana entre milícias rivais cristãs e muçulmanas na cidade de Bria, na República Centro-Africana, deixaram pelo menos 22 mortos, incluindo 17 civis, e forçaram outros cerca de 10 mil a fugir, disse a missão da Nações unidas no país neste sábado.

O conflito ocorre em uma semana de intensa violência entre combatentes de maioria muçulmana da ex-coalizão rebelde Seleka, que derrubou o presidente Francois Bozize em 2013, e a milícia cristã rival "anti-balaka".

As facções rivais brigavam pela pista de pouso da cidade de Bria, no nordeste, e a pilhagem forçou trabalhadores humanitários a buscarem abrigo dentro da base da missão de estabilização na ONU.

Outras 36 pessoas ficaram feridas nos confrontos, disse a missão.

(Reportagem de Joe Bavier)

Reuters

 Reuters internacional