Reuters internacional

Pessoas protestam contra o resultado do referendo em Istambul, na Turquia. REUTERS/Stringer

(reuters_tickers)

ANCARA (Reuters) - O Conselho Eleitoral Superior da Turquia rejeitou nesta quarta-feira os apelos dos principais partidos de oposição do país de anular o referendo que concedeu ao presidente Tayyip Erdogan amplos poderes, informou o conselho em comunicado.

Os partidos de oposição, incluindo o principal deles, CHP, e o pró-curdo HDP, tinham pedido ao conselho eleitoral a anulação da votação de domingo, que resultou em uma vitória apertada do "Sim", porque cédulas de votos não carimbadas foram incluídas na apuração.

"Os apelos do HDP, do CHP e do Partido Vatan em referência ao referendo do dia 16 de abril foram discutidos separadamente e como resultado das avaliações, os apelos foram rejeitados com 10 votos contra e um a favor", informou o conselho eleitoral.

(Reportagem de Tuvan Gumrukcu)

Reuters

 Reuters internacional