Por Andrew MacAskill

LONDRES (Reuters) - Um importante legislador do Partido Conservador, atualmente no governo do Reino Unido, renunciou ao seu partido local neste sábado por desentendimentos em relação ao Brexit, à medida em que a decisão de sair da União Europeia continua a remodelar as lealdades na política do país.

Nick Boles, de 53 anos, tem criticado a ameaça do governo de sair da UE sem um acordo e recebeu pedidos do seu partido local para não ser candidato nas próximas eleições gerais.

Boles afirmou que ele pode continuar alinhado com os Conservadores no parlamento, se lhe for oferecido "termos aceitáveis".

Ele afirmou em uma carta ao seu partido local que "não estava disposto a fazer o que seria necessária para restaurar uma relação de trabalho razoável com um grupo de pessoas cujos valores estão muito divergentes dos meus".

"Lamento que minha relação com vocês tenha de terminar desta maneira. Mas um político sem princípios é imprestável."

O referendo de 2016 dividiu não apenas cidades britânicas, mas também o parlamento, com líderes Conservadores e Trabalhistas sofrendo para manter a união dos seus partidos.

No mês passado, onze membros do parlamento dos dois partidos desertaram para formar o Grupo Independente, majoritariamente por estarem desanimados com a condução do Brexit.

Nesta semana, legisladores votaram contra o acordo da primeira-ministra Theresa May pela segunda vez --por 391 a 242.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.