Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Chanceler da Alemanha, Angela Merkel, durante evento em Munique. 05/02/2017 REUTERS/Michael Dalder

(reuters_tickers)

MUNIQUE (Reuters) - Os partidos conservadores da Alemanha concordaram nesta segunda-feira em nomear a chanceler Angela Merkel como candidata à reeleição na votação de 24 de setembro, apesar da longa disputa interna sobre como enfrentar o fluxo de imigrantes, disseram à Reuters participantes de um encontro dos conservadores.

A União Social-Cristã (CSU), partido bávaro aliado à União Democrata-Cristã (CDU), de Merkel, critica há tempos a chanceler por ter permitido que mais de um milhão de refugiados entrassem na Alemanha durante os últimos dois anos.

A CDU e a CSU estão se encontrando em Munique para discutir como derrotar o Partido Social-Democrata na eleição federal de setembro. Merkel e o líder da CSU, Horst Seehofer, devem apresentar uma estratégia eleitoral conjunta nesta segunda-feira.

(Reportagem de Andreas Rinke)

Reuters