Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Paul Carrel e Hakan Ersen

BERLIM/SAARBRUECKEN (Reuters) - Os conservadores ganharam no domingo uma eleição regional no Estado de Saarland, no oeste da Alemanha, causando um revés aos seus rivais social-democratas e aumentando as perspectivas de a chanceler Angela Merkel possa ganhar um quarto mandato nas eleições nacionais de 24 de setembro.

Os democratas-cristãos de Merkel (CDU) reforçaram sua posição como o maior partido do Estado apesar das expectativas antes da votação que os social-democratas (SPD) seriam impulsionados por seu novo líder nacional, Martin Schulz.

A CDU ganhou 40,1 por cento dos votos, contra 35,2 por cento nas últimas eleições no Saarland em 2012, mostrou uma pesquisa de boca de urna emissora ARD. O SPD caiu para 30,1 por cento, abaixo de 30,6 por cento.

A eleição carrega significado por ser a primeira de três eleições regionais antes do voto federal de 24 de setembro e, como tal, ofereceu uma oportunidade para os partidos construírem - ou perderem - impulso em sua busca para prevalecer a nível nacional.

Como a Alemanha federal, Saarland é atualmente governada por uma 'grande coalizão' de conservadores de Merkel e o Partido Social Democrata (SPD).

"O povo decidiu pela estabilidade e confiabilidade", disse o secretário-geral da CDU, Peter Tauber.

Reuters