Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Costas Pitas e Andrew MacAskill

LONDRES (Reuters) - A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, lutava nesta sexta-feira para encontrar consenso sobre propostas do Brexit que serão aceitáveis para seus ministros, seu Partido Conservador e os parlamentares da Irlanda do Norte que escoram seu governo minoritário.

Negociações do Brexit com a União Europeia aceleraram e se tornaram mais positivas durante a última semana, embora obstáculos significativos permaneçam, disse o ministro das Finanças, Philip Hammond.

“O que aconteceu durante a última semana, 10 dias, é que houve uma mudança mensurável em ritmo”, disse à BBC.

“Mas isto não deveria ocultar o fato de que ainda temos algumas grandes diferenças restantes para resolver”, afirmou Hammond. “Então o processo é muito mais positivo nesta semana – a essência ainda é muito desafiadora.”

Com menos de seis meses restantes até que o Reino Unido deixe a UE, May busca angariar apoio em casa sobre os detalhes de um acordo de divórcio, embora ainda seja incerto se ela conseguirá ganhar aprovação parlamentar para qualquer acordo.

O Reino Unido alertou na sexta-feira que deixar a União Europeia sem um acordo de divórcio fará com que farmacêuticos precisem estocar tratamentos experimentais para Estados membros restantes em caso de atrasos na fronteira. Qualificações profissionais de países europeus podem não ser mais reconhecidas no Reino Unido, acrescentou.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters