Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Pessoas assistem à reportagem sobre lançamento de míssil da Coreia do Norte em Pyongyang Kyodo/via REUTERS

(reuters_tickers)

SEUL (Reuters) - A Coreia do Norte denunciou as mais recentes sanções dos Estados Unidos contra o país, dizendo que infringem sua soberania, e disse que irá tomar "ações justas", informou a agência de notícias estatal norte-coreana.

O comunicado do governo reiterou o posicionamento anterior de Pyongyang de que nunca vai negociar seu programa nuclear enquanto os Estados Unidos mantiverem uma política hostil contra a Coreia do Norte.

O comunicado não detalhou quais ações serão tomadas pelo regime.

"Não há erro maior do que os Estados Unidos acreditarem que sua terra está segura do outro lado do oceano", disse a KCNA.

(Reportagem de Christine Kim)

Reuters