Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Pessoas assistem a notícia sobre lançamento de míssil em Pyongyang 29/07/2017 Kyodo/via REUTERS

(reuters_tickers)

SEUL (Reuters) - A Coreia do Norte informou na quarta-feira (horário local) que está "examinando cuidadosamente" um plano para atacar a ilha de Guam, território dos Estados Unidos no Pacífico, com mísseis, poucas horas depois de o presidente dos EUA, Donald Trump, dizer que qualquer ameaça norte-coreana aos EUA seria enfrentada com "fogo e fúria".

Um porta-voz do Exército Popular da Coreia afirmou, em um comunicado divulgado pela agência estatal norte-coreana KCNA, que o plano de ataque será "implementado... a qualquer momento", uma vez que o líder Kim Jong Un tome uma decisão.

Em outra nota citando um porta-voz militar diferente, a Coreia do Norte também disse que poderia realizar uma operação preventiva se os Estados Unidos mostrassem sinais de provocação.

(Reportagem de Christine Kim e Soyoung Kim)

Reuters