Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MOSCOU (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acendeu o "pavio da guerra" com a Coreia do Norte, e seu país será obrigado a pagar com uma "chuva de fogo", disse o ministro das Relações Exteriores norte-coreano nesta quarta-feira, segundo citação de uma agência de notícias russa.

As tensões entre a Coreia do Norte e os EUA aumentaram nas últimas semanas devido aos programas nuclear e de mísseis de Pyongyang.

O regime testou vários mísseis e realizou o que disse ter sido uma explosão de teste de uma bomba de hidrogênio em busca do objetivo de desenvolver um míssil com uma ogiva nuclear capaz de atingir o território continental dos EUA.

Falando à agência de notícias russa Tass, o chanceler norte-coreano, Ri Yong Ho, disse que o programa nuclear de seu país garante a paz e a segurança da região e que não será tema de discussões.

"Com sua declaração belicosa e insana nas Nações Unidas, Trump, pode-se dizer, acendeu o pavio da guerra contra nós", afirmou Ri, de acordo com a Tass.

"Precisamos acertar a conta final, só que com uma chuva de fogo, não palavras".

Ri já havia chamado Trump de "Presidente do Mal", e seus comentários devem atiçar uma guerra de palavras entre o norte-americano e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un. 

"Quase chegamos ao ponto definitivo de nossa jornada rumo a nosso objetivo final – alcançar um verdadeiro equilíbrio de poder com os Estados Unidos", afirmou.

"Nossa posição principal é que jamais concordaremos com qualquer conversa na qual nossas armas nucleares sejam tema de negociações".

(Por Jack Stubbs)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters