Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Ex-presidente da Coreia do Sul Park Geun-hye, em Goyang. 20/08/2012 REUTERS/Lee Jae-Won

(reuters_tickers)

SEUL (Reuters) - A Coreia do Norte disse nesta quarta-feira ter emitido uma ordem permanente para a execução da ex-presidente da Coreia do Sul Park Geun-hye e de seu chefe de espionagem pela tentativa de assassinar o líder norte-coreano, Kim Jong Un.

A agência de notícias oficial da Coreia do Norte, KCNA, disse que "revelações mostraram" que Park tinha arquitetado um plano para matar a "liderança suprema" norte-coreana em 2015, e que o país está impondo a "pena de morte à traidora Park Geun-hye".

A KCNA não revelou a fonte da informação, mas um jornal japonês informou nesta semana que Park tinha aprovado em 2015 um plano para derrubar o líder do regime norte-coreano, Kim Jong Un.

Park foi deposta em março devido a um escândalo de corrupção e está detida enquanto aguarda o julgamento.

(Reportagem de Jack Kim)

((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 22237141))

REUTERS MCP PF

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters