Por Joyce Lee e David Brunnstrom

SEUL/WASHINGTON (Reuters) - A Coreia do Norte está cogitando suspender as conversas com os Estados Unidos e pode reconsiderar o congelamento de testes nucleares e de mísseis a menos que Washington faça concessões, disse uma diplomata graduada nesta sexta-feira, segundo relatos da mídia na capital norte-coreana.

O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, disse que os EUA desejam continuar a conversar com a Coreia do Norte e que têm "uma grande expectativa" de que o líder norte-coreano, Kim Jong Un, manterá as promessas de não retomar os testes.

Pompeo não deu sinal de que seu país recuará na exigência de que Pyongyang abdique de suas armas nucleares.

A vice-ministra das Relações Exteriores norte-coreana, Choe Son Hui, culpou autoridades de alto escalão dos EUA pelo fracasso da cúpula do mês passado entre Kim e o presidente Donald Trump em Hanói, relataram a agência de notícias russa Tass e a Associated Press.

"Não temos nenhuma intenção de ceder às exigências dos EUA (na cúpula de Hanói) de forma nenhuma, nem estamos dispostos a nos envolver em negociações deste tipo", disse Choe a repórteres na capital norte-coreana, segundo a Tass.

A segunda cúpula Trump-Kim fracassou devido às desavenças sobre as exigências dos EUA de que Pyongyang se desnuclearize e da cobrança da Coreia do Norte de um alívio considerável nas sanções internacionais que lhe foram impostas em reação aos seus testes nucleares e de mísseis, que vem desenvolvendo há anos em desafio a resoluções do Conselho de Segurança das Organização das Nações Unidas (ONU).

(Reportagem adicional de Choonsik Yoo, Ju-min Park e Joori Roh, em Seul; e Doina Chiacu e Susan Heavey, em Washington)

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

Suas perguntas se transformam em nossas matérias

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.