Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Líder norte-coreano Kim Jong Un visita instituto em Pyongyang 11/3/2017 KCNA/via Reuters

(reuters_tickers)

Por Idrees Ali e Phil Stewart

WASHINGTON (Reuters) - A Coreia do Norte realizou mais um teste de um motor de foguete que autoridades dos Estados Unidos acreditam que pode ser parte do programa do país para produção de um míssil balístico intercontinental, disseram autoridades à Reuters nesta segunda-feira.

O teste mais recente acontece depois de um outro realizado também neste mês e é outro sinal do avanço do programa armamentista de Pyongyang. Ele ocorre em meio a crescentes preocupações dos EUA sobre possíveis novos testes de mísseis e de armas nucleares em um futuro próximo.

Várias autoridades norte-americanas, falando sob condição de anonimato, disseram que o teste aconteceu na noite de sexta-feira e o motor pode possivelmente ser usado em um míssil balístico intercontinental.

Mais cedo neste mês o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, disse que seu país conduziu um teste de um motor de alta confiança em sua estação de lançamento de foguetes de Tongchang-ri, afirmando que se tratava do "renascimento" da indústria de foguetes do país.

Na ocasião, a imprensa oficial norte-coreana disse que o lançamento ajudaria o país a obter capacidade de classe mundial para o lançamento de satélites, indicando que o teste era de um novo tipo de motor de foguetes para mísseis de longo alcance.

Kim também disse que a Coreia do Norte está perto de realizar um teste de lançamento de um míssil balístico intercontinental.

Especialistas afirmam que a Coreia do Norte tem testado motores de foguetes para um míssil balístico intercontinental, ao mesmo tempo que desenvolve a tecnologia para guiar um míssil depois que ele reingressa na atmosfera após um lançamento.

Uma vez que estiver completamente desenvolvido, um míssil balístico intercontinental norte-coreano pode ameaçar os Estados Unidos, que está a cerca de 9 mil quilômetros do país. Mísseis balísticos intercontinentais têm alcance mínimo de cerca de 5.500 quilômetros, mas alguns são desenvolvidos para viajarem 10 mil quilômetros ou mais.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters