Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Cortejo fúnebre dos cinco argentinos mortos em ataque em Nova York passa por saudação de policiais em Buenos Aires, na Argentina 06/11/2017 REUTERS/Marcos Brindicci

(reuters_tickers)

Por Cassandra Garrison

BUENOS AIRES (Reuters) - Os corpos dos cinco argentinos mortos em um ataque com caminhonete em Nova York chegaram na manhã desta segunda-feira a um aeroporto de Buenos Aires, onde uma escolta policial os recebeu.

Diversos policiais acompanharam os corpos das vítimas à medida que eles foram transportados do Aeroporto Internacional Ezeiza de Buenos Aires em um comboio até Rosário, cidade natal dos cinco homens e terceira maior da Argentina.

Outros policiais a cavalo fizeram saudações enquanto os carros com os corpos passavam pelas ruas de Buenos Aires.

Os familiares, que foram a Nova York após o ataque para levar as vítimas para casa, devem embarcar em outro voo de Buenos Aires a Rosário nesta segunda-feira, segundo a mídia local.

As vítimas são Hernán Ferruchi, de 48 anos, Alejandro Damián Pagnucco, de 49, Diego Enrique Angelini, de 48, Hernán Diego Mendoza, de 48 e Ariel Erlij, de 48.

Os cinco, que eram empresários ou arquitetos, estavam entre as oito pessoas mortas em um ataque com caminhonete enquanto andavam de bicicleta em uma ciclovia em Manhattan no dia 31 de outubro. Os argentinos faziam parte de um grupo de 10 amigos que viajou para Nova York para celebrar o 30º aniversário de sua formatura no ensino médio.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters