Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Um carro de polícia bloqueia via perto do local dos tiros do lado de fora da NSA 14/02/2018 REUTERS/Sait Serkan Gurbuz

(reuters_tickers)

Por Makini Brice

FORT MEADE, Estados Unidos (Reuters) - Uma curva errada pode ter levado três homens em um carro preto à entrada da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA) perto de Washington nesta quarta-feira, provocando um susto que resultou em disparos de arma de fogo por parte dos guardas e deixou três pessoas feridas, informou o FBI.

Segundo a Polícia Federal norte-americana, não há ligação de terrorismo com o incidente.

As três pessoas que estavam no veículo foram levadas sob custódia. O motorista, que não foi identificado, dirigiu um carro esportivo utilitário preto até um portão do reservado órgão governamental em Fort Meade, Maryland, pouco antes das 7h (horário local). Guardas armados atiraram contra o veículo após o grupo ter violado regras de segurança da NSA, disseram autoridades.

“Não há indícios para pensar que isto é algo mais do que um incidente isolado”, disse Gordon Johnson, agente especial do FBI encarregado de Baltimore, em entrevista coletiva. “Nós não temos razão para acreditar que há algum nexo com terrorismo”.

O veículo possuía o que pareciam ser buracos de tiros em seu pára-brisa e extensos danos na parte dianteira após se chocar com uma barreira de concreto, de acordo com um vídeo gravado no local do incidente.

“Parece que os tiros foram direcionados ao veículo”, disse Johnson, se negando a dizer se armas foram encontradas no carro. Ninguém aparentava ter sido baleado, disse.

Duas das pessoas presas estavam sob custódia da NSA, enquanto a terceira, o motorista do veículo, havia sido levada para um hospital com ferimentos não revelados, disse Johnson. Um policial da NSA e um transeunte civil também sofreram ferimentos sem risco de vida, disse.

A NSA, uma das principais agências de inteligência do governo dos EUA, é sediada em uma instalação do Exército dos EUA a cerca de 50 quilômetros de Washington. A base fica localizada perto de uma das saídas de uma importante via da região de Washington, e investigadores acreditam que possivelmente o motorista fez uma curva errada.

"As pessoas pegam a saída da NSA toda hora", disse o porta-voz do FBI Dave Fitz a repórteres. "Eles apenas entraram, talvez não soubessem... Essa é uma das teorias".

(Reportagem adicional de Lisa Lambert, Roberta Rampton e Susan Heavey, em Washington, e Jonathan Allen e Barbara Goldberg, em Nova York)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters