Navigation

Demora para formar governo é "fiasco lamentável", diz clérigo do Iraque

Este conteúdo foi publicado em 04. julho 2014 - 12:32

BAGDÁ (Reuters) - A inabilidade do Parlamento iraquiano para chegar a um acordo sobre a formação de um novo governo em sua primeira sessão foi um "fracasso lamentável", disse o mais poderoso clérigo xiita, o grão-aiatolá Ali al-Sistani, em um sermão proferido por um assessor nesta sexta-feira.

"Na última terça-feira se realizou a primeira sessão do Parlamento. Havia entre as pessoas o otimismo de que seria um bom começo para essa assembleia em seu compromisso com os textos legais e constitucionais", disse o assessor Ahmed al-Safi, no sermão.

"Mas o que aconteceu depois, o fato de não ter sido eleito o presidente do Parlamento e seus adjuntos antes do término da sessão, foi um fracasso lamentável."

Sistani também reiterou seu chamado para que o novo governo tenha "ampla aceitação nacional".

(Reportagem de Isra al-Rubei'i e Raheem Salman)

Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo

Participe da discussão

Com uma conta SWI, você pode contribuir com comentários em nosso site.

Faça o login ou registre-se aqui.