Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - Deputados republicanos recuaram nesta terça-feira e retiraram sua proposta para enfraquecer um órgão independente de ética encarregado de investigar o comportamento dos parlamentares, disse a porta-voz AshLee Strong, do presidente da Câmara, Paul Ryan.

O recuo ocorre poucas horas depois de o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, ter criticado o movimento que visava dar aos parlamentares maior controle sobre o Gabinete de Ética Parlamentar. [nL1N1ET0T1]

(Reportagem de Richard Cowan)

Reuters