Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e presidente da China, Xi Jinping, em Pequim 09/11/2017 REUTERS/Damir Sagolj

(reuters_tickers)

PEQUIM (Reuters) - O desenvolvimento estável e constante dos laços econômicos entre a China e os Estados Unidos será uma grande contribuição ao crescimento global, disse o presidente chinês, Xi Jinping, durante reunião com o presidente norte-americano, Donald Trump, em Pequim.

A China e os Estados Unidos devem enfrentar questões econômicas de maneira progressista e construtiva e resolver os problemas expandindo sua cooperação econômica, disse Xi, segundo comunicado emitido nesta quinta-feira pelo Ministério de Relações Exteriores da China.

A China concordou em reduzir ainda mais as barreiras de entrada no mercado em suas indústrias bancária, de seguros e de valores mobiliários, e irá gradualmente reduzir as tarifas de veículos, disse o comunicado.

Empresas norte-americanas anunciaram nesta quinta-feira uma série de acordos que podem valer até 250 bilhões de dólares durante a visita de Trump a Pequim.

(Reportagem da redação de Pequim)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters