Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Lançamento de míssil Hwasong-12 pela Coreia do Norte em foto divulgada pela KCNA 16/09/2017 KCNA via REUTERS

(reuters_tickers)

TÓQUIO (Reuters) - Um túnel na base de testes nucleares da Coreia do Norte desmoronou após o sexto teste atômico de Pyongyang, em setembro, possivelmente matando mais de 200 pessoas, afirmou a emissora de TV japonesa Asahi nesta terça-feira, citando fontes não identificadas com conhecimento da situação.

A Reuters não foi capaz de verificar a informação.

Cerca de 100 trabalhadores da instalação nuclear de Punggye-ri foram atingidos pelo desmoronamento inicial, que aconteceu perto do dia 10 de setembro, disse a emissora.

Um segundo desmoronamento durante uma operação de resgate pode significar que o número de mortes ultrapassou 200 pessoas, acrescentou.

Especialistas disseram que uma série de tremores e deslizamentos de terra perto da base de testes nucleares provavelmente indicam que o sexto e mais poderoso lançamento do país, realizado no dia 3 de setembro, desestabilizou a região, e que a instalação de Punggye-ri pode ficar por muito tempo sem ser utilizada para testar armas nucleares.

(Reportagem de Kiyoshi Takenaka)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters