Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Lançamento de míssil Hwasong-12 pela Coreia do Norte em foto divulgada pela KCNA 16/09/2017 KCNA via REUTERS

(reuters_tickers)

TÓQUIO (Reuters) - Um túnel na base de testes nucleares da Coreia do Norte desmoronou após o sexto teste atômico de Pyongyang, em setembro, possivelmente matando mais de 200 pessoas, afirmou a emissora de TV japonesa Asahi nesta terça-feira, citando fontes não identificadas com conhecimento da situação.

A Reuters não foi capaz de verificar a informação.

Cerca de 100 trabalhadores da instalação nuclear de Punggye-ri foram atingidos pelo desmoronamento inicial, que aconteceu perto do dia 10 de setembro, disse a emissora.

Um segundo desmoronamento durante uma operação de resgate pode significar que o número de mortes ultrapassou 200 pessoas, acrescentou.

Especialistas disseram que uma série de tremores e deslizamentos de terra perto da base de testes nucleares provavelmente indicam que o sexto e mais poderoso lançamento do país, realizado no dia 3 de setembro, desestabilizou a região, e que a instalação de Punggye-ri pode ficar por muito tempo sem ser utilizada para testar armas nucleares.

(Reportagem de Kiyoshi Takenaka)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters