CIDADE DO MÉXICO (Reuters) - Procuradores mexicanos disseram nesta sexta-feira que estão investigando a descoberta de 19 sacos com restos humanos em Jalisco, Estado do oeste do país que vem sendo assolado por níveis crescentes de violência de gangues.

A Procuradoria-Geral de Jalisco disse que especialistas forenses estão trabalhando para determinar se os sacos contêm corpos inteiros e se as vítimas foram dadas como desaparecidas.

    As autoridades encontraram os sacos na quinta-feira no município de Ixtlahuacan de los Membrillos, cerca de 41 quilômetros ao sul da capital estadual, Guadalajara.

    Nos últimos anos Jalisco tem sido vitimada pelo Cartel de Jalisco Nova Geração, uma das gangues de droga mais poderosas do México.

    Os confrontos entre gangues contribuíram para que o número de assassinatos atingisse níveis recordes no México no ano passado, e a violência continuou elevada nos primeiros meses do governo do presidente Andrés Manuel López Obrador.

    (Por Lizbeth Diaz)

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.