Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O diretor do FBI, James Comey, depõe à Comissão de Inteligência do Senado sobre as atividades da inteligência russa em Washington, nos Estados Unidos 10/01/2017 REUTERS/Joshua Roberts

(reuters_tickers)

WASHINGTON (Reuters) - O diretor do FBI, James Comey, se negou a comentar se o FBI tem investigado alguma ligação entre associados do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, com a Rússia, afirmando que não pode discutir o assunto em um fórum público.

O senador democrata Ron Wyden pediu a Comey para que forneça uma resposta antes de 20 de janeiro, dia da posse de Trump na Presidência da República. Mas Comey disse não estar seguro se poderia fornecer qualquer resposta a essa questão publicamente.

(Reportagem de Dustin Volz e Jonathan Landay)

Reuters