Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Cômodo danificado depois que dois homens-bomba atacaram uma delegacia em Damasco, na Síria 02/10/2017 SANA/Divulgação via REUTERS

(reuters_tickers)

BEIRUTE (Reuters) - Dois homens-bomba atacaram uma delegacia de polícia de Damasco nesta segunda-feira, matando vários policiais e civis, informou o Ministério do Interior, no primeiro ataque do tipo na capital da Síria desde julho.

Quatro militantes cometeram o atentado, matando mais de 10 pessoas, disse o canal de televisão pró-Damasco Al-Mayadeen. A agência de notícias russa RIA relatou as mortes de 15 pessoas.

Os agressores visaram a delegacia do bairro de Al-Midan e se chocaram com policiais no local, disse o ministro Mohammad al-Shaar em comentários transmitidos pela TV estatal da própria delegacia.

Um deles se explodiu na entrada principal e outro detonou seu artefato explosivo no primeiro andar, relatou.

Ninguém assumiu a autoria do ataque de imediato. Imagens transmitidas pela TV estatal mostraram corpos envoltos em mortalhas no local e bombeiros apagando chamas.

Ataques suicidas anteriores em Damasco foram reivindicados tanto pelo Estado Islâmico quanto pela aliança jihadista Tahrir al-Sham, liderada pelo grupo conhecido anteriormente como Frente Al-Nusra.

(Por Ellen Francis)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters