Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

PEQUIM (Reuters) - O influente jornal Global Times da China alertou contra qualquer iniciativa de cortar o fornecimento de petróleo da Coreia do Norte ou fechar a fronteira em resposta ao teste nuclear do governo norte-coreano, neste domingo.

Em um editorial com ampla repercussão em abril, o Global Times levantou a perspectiva de reduzir o abastecimento de petróleo à Coreia do Norte, dizendo que a sociedade chinesa aprovaria essa medida se o Norte se envolvesse em mais atitudes provocativas.

No domingo, o Global Times disse que sanções mais rigorosas do Conselho de Segurança das Nações Unidas eram "inevitáveis" depois que o governo norte-coreano realizou seu sexto e mais poderoso teste nuclear, mas clamou por moderação.

"Apesar da raiva do público chinês em relação ao novo teste nuclear da Coreia do Norte, devemos evitar recorrer a meios precipitados e extremos, impondo um embargo total à Coreia do Norte", afirmou em um editorial.

A publicação é dirigido pelo jornal oficial do Partido Comunista, o Diário do Povo, embora sua postura não seja necessariamente equivalente à política do governo chinês.

"Se a China cortar completamente o fornecimento de petróleo à Coreia do Norte ou até mesmo fechar a fronteira com o país, é incerto se podemos impedir que Pyongyang realize novos testes nucleares e lançamentos de mísseis. No entanto, o confronto entre os dois provavelmente ocorrerá", declarou.

"Se assim for, o conflito entre a China e a Coreia do Norte vai transcender qualquer conflito entre os EUA e a Coreia do Norte, e ocupará o centro das atenções na Península da Coreia. Então, os governos norte-americano e sul-coreano podem transferir a responsabilidade da questão nuclear da Coreia do Norte para a China, o que não se encaixa nos interesses nacionais da China."

A Coreia do Norte obtém a maior parte do seu petróleo da China, seu principal parceiro comercial e aliado, e uma quantidade menor da Rússia.

(Reportagem de Tony Munroe)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters