Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Marja Novak

LJUBLJANA (Reuters) - Eleitores foram às urnas neste domingo de manhã na Eslovênia para o segundo turno da eleição presidencial, com o presidente em exercício, Borut Pahor, disputando um segundo mandato de cinco anos contra o prefeito da cidade de Kamnik, Marjan Sarec.

No primeiro turno, há três semanas, Pahor obteve cerca de 47 por cento dos votos entre os nove candidatos na corrida, e o ex-comediante Sarec ficou em segundo lugar, com quase 25 por cento.

Embora pesquisas de opinião na sexta-feira ainda mostrassem Pahor na liderança, com cerca de 52 a 56,3 por cento dos votos, o resultado era incerto, de acordo com analistas.

"As pesquisas mostram que a diferença entre Pahor e Sarec está ficando menor, portanto, eu não ouso prever quem vencerá", disse Meta Roglic, analista político do jornal Dnevnik. "Um apoio relativamente alto para Sarec indica que muitos eleitores esperam que uma nova figura política traga mudanças positivas", acrescentou.

Pahor, 54, é ex-primeiro ministro e líder de longa data dos Social Democratas, mas está disputando como candidato independente. Ele serviu como premiê de 2008 a 2012, nos anos que levaram à pior crise financeira na história da Eslovênia.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters