Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

NOVA YORK (Reuters) - Os Estados Unidos não vão mais falar sobre a Coreia do Norte, e a China sabe que chegou a hora de agir, afirmou neste domingo a embaixadora norte-americana na Organização das Nações Unidas (ONU), Nikki Haley, após o governo norte-coreano lançar seu segundo míssil de longo alcance em menos de um mês, em meio à pressão de Washington para endurecer as sanções.

"Acabou o tempo de falar sobre Coreia do Norte. A China sabe que precisa agir. Japão e Coreia do Sul precisam aumentar a pressão. Não é apenas um problema dos Estados Unidos. Exigirá uma solução internacional", afirmou Haley no Twitter.

Na sequência, a embaixadora publicou uma série de fotos de exercícios militares realizados por EUA, Japão e Coreia do Sul sobre a península coreana neste domingo. Dois bombardeiros B-1B dos EUA sobrevoaram a região, em uma demonstração de força depois do mais recente lançamento de um míssil pela Coreia do Norte.

Os Estados Unidos negociam há tempoS com Pequim --principal aliado da Coreia do Norte-- um projeto de resolução no Conselho de Segurança da ONU para impor sanções mais duras contra o regime de Pyongyang.

(Por Michelle Nichols)

Reuters