Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BOGOTÁ (Reuters) - O grupo rebelde colombiano Farc quase completou nesta terça-feira a entrega de outros 30 por cento de seu arsenal à Organização das Nações Unidas, como parte de um acordo de paz assinado com o governo para terminar com mais de 52 anos de guerra.

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) abandonaram quase 60 por cento de suas armas, como concordado no final do ano passado com o governo do presidente Juan Manuel Santos. Os rebeldes devem completar a segunda parte da entrega na quarta-feira.

“É um dia histórico”, disse Santos, que apostou o seu legado em levar paz à Colômbia.

“A paz será construída pouco a pouco, de fato, é como construir uma catedral, é de tijolo em tijolo”, disse Santos na cidade de Cali, após não poder chegar à cerimônia de entrega de armas na província de Cauca por conta do mau tempo.

O prazo final para desarmamento foi estendido recentemente após atrasos logísticos retardarem a chegada de parte dos 7 mil combatentes do grupo para zonas especiais de desmobilização.

Os 40 por cento restantes devem ser entregues até 20 de junho, data limite da extensão com o governo.

“Esta é outra demonstração de nosso verdadeiro compromisso na construção da paz”, informou as Farc em publicação no Twitter após uma cerimônia.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters