Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Pessoas inspecionam danos após deslizamento de lama na cidade de Regent, em Serra Leoa 14/08/2017 REUTERS/ Ernest Henry

(reuters_tickers)

FREETOWN (Reuters) - Equipes de resgate recuperaram 270 corpos após um deslizamento de lama nas redondezas da capital de Serra Leoa, Freetown, e as buscas continuam por mais vítimas, disse o prefeito da cidade nesta terça-feira.

Dezenas de casas foram cobertas de lama depois que uma encosta desmoronou na cidade de Regent na manhã de segunda-feira, em um dos desastres naturais mais letais da África nos últimos anos.

"Nós temos um total de 270 corpos, que agora nós estamos preparando para o enterro", disse o prefeito de Freetown, Sam Gibson, a repórteres.

Um enterro coletivo nesta terça-feira liberará espaço para mais corpos no necrotério central da cidade, que está sobrecarregado, disse uma testemunha à Reuters.

O presidente de Serra Leoa, Ernest Bai Koroma, pediu que os moradores de Regent e de outras áreas inundadas perto de Freetown deixem as regiões imediatamente, para que militares e outros socorristas possam continuar a busca por sobreviventes que podem estar soterrados debaixo de destroços.

Centros de resgate foram instalados ao redor da capital para registrar e auxiliar vítimas, disse em uma declaração televisionada na noite de segunda-feira.

(Reportagem de Christo Johnson; Reportagem adicional de Umaru Fofana)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters