Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Ruthy Munoz e Gary McWilliams

HOUSTON (Reuters) - As equipes de resgate corriam contra o tempo para retirar pessoas presas em seus carros e casas, resgatando mais de 1 mil pessoas na região da cidade de Houston, nos EUA, neste domingo, à medida que subia o nível da água no Texas, que tem sido castigado pela tempestade tropical Harvey.

O Harvey atingiu a costa dos EUA na última sexta-feira, sendo o furacão mais forte a atingir o Texas nos últimos 50 anos. Ao menos duas pessoas morreram. O número de vítimas deve aumentar após diversos dias seguidos de tempestades, enchentes, corredeiras e tornados no Estado norte-americano. 

Na cidade de Houston, o Harvey provocou grandes enchentes, devido ao transbordamento de rios e canais. Depois de cerca de 760 mm de chuva em algumas áreas da quarta cidade mais populosa dos EUA, a expectativa é que a tempestade ainda derrube entre 300 a 630 mm de precipitação nos próximos dias, segundo o serviço meteorológico dos EUA.

O volume de chuvas pode chegar a 1270 mm em algumas áreas costeiras do Texas até o fim da semana, o equivalente à precipitação média do ano inteiro.

“Esse é um evento sem precedentes e todos os impactos são desconhecidos e além de qualquer experiência”, disse o serviço meteorológico dos EUA em sua conta no Twitter.

O centro da tempestade tropical Harvey ainda estava a cerca de 200 km de Houston, e está previsto para cobrir a cidade até a quarta-feira.

As enchentes fecharam diversas estradas, e moradores se refugiaram em casa enquanto as autoridades enviavam alertas de correntezas e tornados por meio de mensagens de celular.

A subida repentina no nível da água pegou as autoridades de surpresa, e moradores com botes foram chamados para ajudar nos resgates. Um hospital e um abrigo emergencial tiveram que ser fechados devido à enchente.

Os serviços de emergência pediram às pessoas para subirem em seus telhados e não ficarem em seus sótãos, evitando ficarem encurraladas caso o nível da água suba ainda mais.

As autoridades alertaram os mais de 2 milhões de habitantes de Houston, bem como as pessoas em todo o Texas, a não saírem de casa, mesmo sob o risco de ficarem ilhadas, pois as estradas do Estado se encontram intransitáveis. Muitas pessoas ficaram presas em seus carros em algumas vias expressas.

De acordo com o governador do Texas, Greg Abbott, cerca de 250 vias foram fechadas no Estado por causa da tempestade.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters