Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Presidente da Turquia, Tayyip Erdogan. 11/02/2017 Kayhan Ozer/Presidential Palace/Handout via REUTERS

(reuters_tickers)

ANCARA (Reuters) - O presidente da Turquia, Tayyip Erdogan, condenou nesta segunda-feira a decisão de Israel de acelerar a construção de assentamentos na Cisjordânia como uma "provocação absoluta".

Israel anunciou planos no mês passado para mais três mil casas de assentamentos na Cisjordânia ocupada. O país também legalizou retroativamente cerca de quatro mil casas construídas em terras palestinas privadas, em uma ação que gerou condenação da Organização das Nações Unidas e União Europeia.

Erdogan fez os comentários em discurso no Barein durante visita oficial. Seus comentários foram transmitidos ao vivo na TV turca. A Turquia e Israel normalizaram relações no ano passado após uma ruptura de seis anos, quando 10 ativistas turcos pró-Palestina foram mortos por comandos israelenses que atuavam em um bloqueio naval da Faixa de Gaza.

(Reportagem de Ece Toksabay)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters