Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

MADRI (Reuters) - O governo espanhol tomará o controle da Catalunha caso o líder local, Carles Puigdemont, responda ambiguamente à pergunta de Madri se ele declarou independência da região em relação à Espanha, disse neste sábado o ministro do Interior.

    Puigdemont fez uma declaração simbólica de independência na noite de terça-feira, suspendendo seus efeitos segundos depois para pedir negociações com Madri sobre o futuro da região.

    O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, deu ao líder catalão um prazo, que se encerra na segunda-feira, para esclarecer sua posição, e até quinta-feira para mudar de ideia em caso de insistência na separação. O governo central espanhol ameaçou suspender a autonomia da região catalã caso ele opte pela independência.

    "A resposta não pode ser ambígua. Ele precisa dizer 'sim' ou 'não'", disse à rádio Cope o ministro do Interior da Espanha, Juan Ignácio Zoido.

"Caso ele responda ambiguamente, significa que ele não quer diálogo e então o governo espanhol terá que agir."

    (Reportagem de Rodrigo de Miguel e Julien Toyer)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters