Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Polícia leva um suspeito durante operação contra militantes islâmicos em Barcelona, na Espanha. 25/04/2017 REUTERS/Albert Gea

(reuters_tickers)

MADRI (Reuters) - A polícia da Espanha prendeu oito pessoas e fez buscas em 12 propriedades em Barcelona como parte de uma operação contra supostos militantes islâmicos realizada em conjunto com a polícia da Bélgica, informaram autoridades nesta terça-feira.

Alguns dos presos são suspeitos de ligações com os ataques com bombas realizados na Bélgica em março do ano passado, matando 31 pessoas no aeroporto de Bruxelas e em um trem de metrô, segundo porta-voz da polícia.

Os detidos são todos marroquinos de 21 a 39 anos, informou.

A operação foi deflagrada após uma investigação de oito meses de um grupo de supostos militantes islâmicos com ligações com o crime organizado na área de Barcelona, afirmou a polícia em comunicado. A investigação continua em aberto.

Sem incluir as prisões desta terça-feira, a Espanha já deteve 22 pessoas em 16 operações diferentes esse ano em conexão com a vertente radical do islamismo, de acordo com dados do Ministério do Interior.

(Reportagem de Sonya Dowsett e Paul Day)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters