Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BEIRUTE (Reuters) - Militantes do Estado Islâmico lançaram neste sábado seu maior ataque em meses contra regiões controladas pelo governo sírio na cidade de Deir al-Zor, matando dezenas de civis e militares, informou um órgão que monitora a guerra no país.

Pelo menos seis grandes explosões sacudiram a cidade a partir do amanhecer, e os militantes entraram em confronto com o Exército e forças aliadas, disse o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, que tem sede em Londres.

Em resposta, aviões militares do governo sírio bombardearam posições do Estado Islâmico, disse a entidade.

Uma unidade militar de mídia do Hezbollah, aliado de Damasco, afirmou que o Exército está respondendo aos ataques do grupo extremista em várias frentes, incluindo o leste da cidade e os arredores do aeroporto militar.

A televisão estatal síria afirmou que os ataques do Estado Islâmico mataram três pessoas e feriram nove em bairros controlados pelo governo.

(Reportagem de Ellen Francis)

Reuters