Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Foto ilustrativa de bandeira do Estado Islâmico 18/02/2016 REUTERS/Dado Ruvic

(reuters_tickers)

Por Ghazwan Hassan

TIKRIT, Iraque (Reuters) - O Estado Islâmico capturou a maior parte de um vilarejo ao sul de Mosul empregando táticas de guerrilha, apesar de ter perdido o controle de seu antigo reduto na cidade, disseram moradores e uma autoridade do Exército do Iraque, à medida que o califado autoproclamado pelos jihadistas desmorona.

O primeiro-ministro iraquiano, Haider al-Abadi, declarou vitória sobre o Estado Islâmico em Mosul na segunda-feira, marcando a maior derrota do grupo radical sunita desde que os militantes se espalharam pelo norte do Iraque há três anos.

Mas os militantes, armados com metralhadoras e morteiros, agora tomaram controle de mais de 75 por cento de Imam Gharbi, um vilarejo na margem ocidental do Rio Tigre, cerca de 70 quilômetros ao sul de Mosul, e reforços são esperados, disse a autoridade do Exército do Iraque.

O Estado Islâmico lançou seu ataque contra Imam Gharbi na última semana, no tipo de ação que espera-se que o grupo empregará agora que as forças do Iraque apoiadas pelos Estados Unidos reconquistam controle de cidades que o grupo capturou durante sua ofensiva de choque de 2014.

Reuters