Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

LONDRES (Reuters) - Militantes do Estado Islâmico estão planejando "ataques indiscriminados contra civis inocentes" no Reino Unido em escala similar aos realizados pelo Exército Republicano Irlandês (IRA) há 40 anos, disse o chefe da nova agência de monitoramento do terrorismo do país.

Em entrevista ao Sunday Telegraph, publicada neste domingo, Max Hill, advogado encarregado de supervisionar as leis britânicas sobre terrorismo, disse que militantes têm como alvos cidades e apresentam "um enorme risco em curso que nenhum de nós pode ignorar".

"Em termos da ameaça que é representada, acho que a intensidade e a frequência potencial de sérios planejamentos – com uma visão para ataques indiscriminados contra civis inocentes de qualquer raça ou cor em áreas metropolitanas – representam um enorme risco em curso que nenhum de nós pode ignorar", disse.

"Então penso que sem dúvidas há risco significante em curso que é ao menos tão grande quando a ameaça à Londres nos anos 70 quando o IRA estava ativo no continente”.

O IRA abandonou sua luta armada pelo fim do controle britânico sobre a Irlanda do Norte e unificação com a Irlanda em acordo de paz em 1998. Mais de 3.600 pessoas foram mortas, incluindo mais de mil membros das forças de segurança do Reino Unido, durante um conflito sectário que teve início na década de 1960.

Autoridades da segurança britânica disseram repetidamente que militantes do Islâmico Islâmico, que estão perdendo territórios no Iraque e Síria, irão atacar o Reino Unido.

(Por Elizabeth Piper)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters