Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - O conselheiro de segurança nacional do presidente norte-americano Donald Trump, Michael Flynn, disse que os Estados Unidos advertiram oficialmente o Irã nesta quarta-feira por causa de sua "atividade desestabilizadora", depois que o país testou um míssil balístico no fim de semana.

"A partir de hoje, estamos oficialmente colocando o Irã em advertência", disse Flynn em um briefing na Casa Branca, sem explicar exatamente o que isso significava.

Flynn afirmou que o lançamento de míssil balístico no domingo ocorreu em desafio a uma resolução do Conselho de Segurança da ONU, que exortou o Irã a não realizar qualquer atividade relacionada a mísseis balísticos projetados para levar armas nucleares.

O Ministério da Defesa do Irã informou nesta quarta-feira que o país testou um novo míssil, mas acrescentou que o lançamento não violou o acordo firmado com potências mundiais sobre o programa nuclear iraniano e nem uma resolução do Conselho de Segurança da ONU em apoio ao pacto.

(Reportagem de Roberta Rampton)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters