Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Membros das forças de segurança iraquianas fazem patrulha depois que área foi tomada dos militantes do Estado Islâmico em Adhaim, ao norte de Bagdá, nesta terça-feira. 12/08/2014 REUTERS/Stringer

(reuters_tickers)

WASHINGTON (Reuters) - O governo dos Estados Unidos enviou cerca de 130 militares adicionais ao Iraque, disse nesta terça-feira o secretário de Defesa norte-americano, Chuck Hagel, num momento em que Washington tenta ajudar o Iraque a conter a ameaça representada por militantes radicais do Estado Islâmico.

Hagel, falando às tropas na Califórnia, disse que os soldados haviam chegado na região em torno da capital do Curdistão iraquiano, Arbil, no início desta terça-feira.

Em comunicado emitido enquanto Hagel falava, um funcionário da Defesa afirmou que os soldados enviados ao norte do Iraque vão "avaliar o alcance da missão humanitária e desenvolver opções de assistência humanitária adicionais, além do esforço atual de lançamento aéreo de ajuda a civis iraquianos deslocados".

(Reportagem de Missy Ryan)

Reuters