Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

WASHINGTON (Reuters) - Os Estados Unidos condenaram nesta segunda-feira as eleições estaduais do último fim de semana na Venezuela afirmando que elas não foram nem livres, nem justas e prometeram usar seus poderes econômico e diplomático para apoiar os venezuelanos na restauração da democracia no país exportador de petróleo.

"Condenamos a falta de eleições livres e justas ontem na Venezuela. A voz do povo venezuelano não foi ouvida", disse a porta-voz do Departamento de Estado Heather Nauert em comunicado.

"Enquanto o regime (do presidente venezuelano Nicolás) Maduro se conduzir como uma ditadura autoritária, vamos trabalhar com membros da comunidade internacional e levar todo o peso do poder econômico e diplomático americano em apoio ao povo venezuelano, em sua busca para restaurar sua democracia."

(Reportagem de Arshad Mohammed)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.










Reuters