Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, durante coletiva de imprensa em Londres, Reino Unido 14/9/2017 REUTERS/Hannah McKay

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - O governo dos Estados Unidos continua a desenvolver sua política para o Irã e considerará a ameaça mais ampla representada pelo país para além de suas capacidades nucleares, disse o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, nesta quinta-feira.

Em abril, o presidente dos EUA, Donald Trump, determinou uma revisão sobre se a suspensão de sanções impostas ao Irã relacionadas ao acordo nuclear de 2015, negociado no governo do ex-presidente Barack Obama, era do interesse da segurança nacional dos Estados Unidos. Trump classificou o acordo de "o pior acordo já negociado".

"A administração Trump continua a revisar e desenvolver sua política para o Irã... nenhuma decisão foi tomada", disse Tillerson durante entrevista coletiva em Londres após encontro com o ministro britânico do Exterior, Boris Johnson.

"O presidente Trump deixou claro... temos de levar em conta a totalidade das ameaças iranianas, não somente as capacidades nucleares do Irã, que é somente um pedaço de nossa postura em relação ao Irã."

Tillerson também disse que o Irã claramente está em dívida com as expectativas do acordo de 2015.

(Reportagem de William James)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters