Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

O presidente da Venezuela, Nicolas Maduro (à esquerda) fala com o ministro da Defesa do país, Vladimir Padrino Lopez, durante evento militar em Caracas, na Venezuela 23/06/2017 Miraflores Palace/Divulgação

(reuters_tickers)

WASHINGTON (Reuters) - O governo de Donald Trump está preparando sanções contra várias autoridades importantes da Venezuela, incluindo o ministro da Defesa do país e um líder do partido governista, por supostas violações dos direitos humanos, e pode anunciar as medidas já nesta terça-feira, disseram autoridades norte-americanas.

Entre os que provavelmente serão alvo estão o ministro da Defesa, Vladimir Padrino Lopez, e Diosdado Cabello, vice-presidente do partido socialista do presidente Nicolás Maduro, afirmaram as autoridades, falando sob anonimato.

As sanções podem ser divulgadas já nesta terça-feira, declarou uma das autoridades à Reuters. Outra fonte dos EUA disse que, embora seja possível um anúncio na terça, ele pode ser adiado.

(Reportagem de Matt Spetalnick)

Reuters