Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

BEIRUTE (Reuters) - O Exército da Síria e seus aliados cercaram e começaram a entrar em Albu Kamal, a maior cidade ainda dominada pelo Estado Islâmico na Síria e no Iraque, noticiou a Al-Manar, rede de televisão pró-Hezbollah, nesta quarta-feira.

O califado do Estado Islâmico foi praticamente destruído ao longo dos últimos dois anos, permanecendo somente em Albu Kamal na Síria e em Rawa no Iraque, em algumas cidades vizinhas e em trechos do deserto, além de alguns bolsões isolados em outros locais.

Mas o grupo ainda tem uma presença territorial na Líbia e em outros países, e muitos governos acreditam que continuará sendo uma ameaça mesmo depois que perder seu autoproclamado califado.

O Exército sírio, ao lado do Hezbollah, seu aliado militar libanês, e outras milícias xiitas, e com apoio de Irã e Rússia, tomou partes do centro e do leste da Síria em um avanço contra o Estado Islâmico neste ano.

Uma coalizão internacional apoiada pelos Estados Unidos vem auxiliando uma campanha rival de milícias curdas e árabes que expulsou o Estado Islâmico de grande parte do norte e do leste da Síria.

No Iraque, a facção só controla firmemente o pequeno vilarejo de Rawa.

(Por Angus McDowall)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters