Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Ex-jogador de basquete da NBA Dennis Rodman no aeroporto internacional de Pequim a caminho da Coreia do Norte. 13/06/2017 REUTERS/Jason Lee

(reuters_tickers)

Por Jake Spring e Joseph Campbell

PEQUIM (Reuters) - O ex-jogador de basquete da NBA Dennis Rodman chegou à Coreia do Norte nesta terça-feira, voltando ao país detentor de armas nucleares e cada vez mais isolado onde já se encontrou antes com o líder Kim Jong Un.

Rodman foi cercado por jornalistas ao chegar ao aeroporto de Pequim para pegar um voo para a capital norte-coreana, que disse estar visitando em caráter pessoal.

"Só estou tentando abrir a porta", disse Rodman a repórteres, usando óculos escuros, camiseta escura e um boné com o logotipo de seu patrocinador, um fornecedor de moedas digitais para a indústria de maconha legal.

"Meu objetivo na verdade é ver se consigo trazer esportes para a Coreia do Norte, então isso é o principal", disse o ex-jogador da NBA, que usava seus piercings faciais característicos e foi escoltado por dois agentes na alfândega e na imigração.

Rodman, de 56 anos, pousou em Pyongyang no final da terça-feira para fazer uma visita de cinco dias e foi recebido por autoridades norte-coreanas no aeroporto da capital, relatou a agência de notícias chinesa Xinhua.

Rodman disse em um tuíte antes de sua viagem: "Voltei! Graças a meu patrocinador www.potcoin.com", acrescentando que irá "discutir minha missão ao retornar aos EUA".

As tensões aumentaram na península coreana devido aos testes nucleares e de mísseis da Coreia do Norte e à sua promessa de desenvolver um míssil equipado com uma ogiva nuclear capaz de atingir o território continental dos Estados Unidos, o que pode representar a questão de segurança mais urgente do presidente norte-americano, Donald Trump.

Antes de Trump tomar posse, Rodman participou duas vezes de seu reality show "O Aprendiz Celebridade", e elogiou o bilionário do setor imobiliário no Twitter durante a campanha eleitoral do ano passado.

"Estou bastante certo de que ele está feliz com o fato de eu estar aqui tentando realizar algo que nós dois precisamos", disse Rodman quando indagado nesta terça-feira se conversou com Trump.

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters