Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Por Lanre Ola

MAIDUGURI, Nigéria (Reuters) - Uma bomba instalada em uma van que transportava carvão explodiu em um movimentado mercado no nordeste da Nigéria nesta terça-feira, matando pelo menos 20 pessoas no mais recente ataque supostamente cometido por militantes islâmicos, disseram testemunhas.

A explosão do carro-bomba destruiu carros e táxis que estavam desembarcando passageiros e mercadorias em uma rua adjacente ao mercado na capital do Estado de Borno, Maiduguri.

Ninguém reivindicou imediatamente a responsabilidade pela explosão. Mas, nos últimos meses, o grupo islâmico Boko Haram tem constrangido o governo nigeriano com uma onda de atentados e ataques espetaculares, principalmente no nordeste do país, incluindo o sequestro de mais de 200 estudantes em abril.

O Exército afirmou nesta terça-feira que prendeu um número de supostos colaboradores do Boko Haram, incluindo um homem de negócios de Maiduguri que estaria envolvido no sequestro das alunas.

O Boko Haram também atingiu Abuja, a capital da maior economia da África, com três atentados em três meses.

Uma explosão em separado em um cruzamento movimentado na cidade de Kaduna, no norte, por volta das 20h30 (16h30 em Brasília) desta terça-feira, feriu duas pessoas, mas não provocou mortes, segundo a polícia.

Reuters