Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

KADUNA Nigéria (Reuters) - Uma explosão de bomba na cidade de Kaduna, no norte da Nigéria, matou 50 pessoas em um mercado superlotado nesta quarta-feira, disse por telefone à Reuters um funcionário da Cruz Vermelha que estava no local.

O atentado se segue a outro que tinha como alvo um clérigo muçulmano e que matou 32 seguidores dele em uma movimentada área comercial no centro da cidade, disseram testemunhas.

Nenhum grupo assumiu de imediato a responsabilidade por esses ataques, mas o Boko Haram promoveu atentados, especialmente com explosivos, na mesma região nos últimos três meses. O grupo frequentemente ataca líderes muçulmanos ou imãs que criticam sua ideologia radical de linha salafista.

O Boko Haram vem lutando para estabelecer um Estado islâmico na Nigéria e tem atacado seguidamente civis, sobretudo no remoto Estado de Borno, no nordeste do país. Segundo a entidade Human Rights Watch, o Boko Haram matou mais de 2.000 civis no primeiro semestre.

(Reportagem de Garba Muhammed)

Reuters