Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

KIRKUK (Reuters) - Um carro-bomba matou uma pessoa e feriu dez em Kirkuk, cidade petrolífera iraquiana onde autoridades curdas locais planejam realizar um referendo sobre independência, apesar da oposição do governo central e da população não curda da região.

A explosão visou uma loja de bebidas, de acordo com uma fonte de segurança.

Uma declaração do Ministério do Interior iraquiano descreveu o ataque como "agressão terrorista" e não o ligou à tensão causada pelo plano curdo para fazer a votação em 25 de setembro.

Kirkuk abriga grandes populações árabes e turcomanas e fica fora dos limites oficiais da região do Curdistão. É reivindicada pelos curdos e pelo governo central em Bagdá.

Combatentes curdos apreenderam Kirkuk e outros territórios disputados quando o exército iraquiano entrou em colapso frente ao Estado islâmico em 2014, impedindo que seus campos petrolíferos caíssem nas mãos de militantes.

(Reportagem de Maher Chmaytelli)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters